Federação Paulista de Antigomobilismo

A História dos "conversíveis"

Os automóveis conversíveis têm uma história que remonta a mais de um século!

Desde os tempos em que as carruagens puxadas por cavalos eram equipadas com capotas removíveis até os luxuosos conversíveis modernos que vemos hoje em dia, esses veículos sempre conseguiram chamar a atenção de motoristas de todo o mundo. Nos dias de hoje, os conversíveis possuem uma importância e participação social imensa, muitos dos clientes que gostam de se refrescar com o ar natural, se beneficiam principalmente em épocas de altas temperaturas como ocorre no Brasil.

A história dos carros conversíveis no cenário automobilístico teve seu início nos anos 1910, quando a fabricante americana Cadillac lançou seu primeiro veículo com teto removível. Pouco depois, o Ford Modelo T também ofereceu a opção de uma capota dobrável de acionamento manual. Com o tempo, outras montadoras, como Buick, Pierce-Arrow e Peerless, também entraram no mercado de conversíveis nos Estados Unidos.

Na década de 1920, os conversíveis se tornaram mais comuns e confortáveis devido aos avanços tecnológicos e de engenharia. Nesse período, marcas de luxo como Mercedes-Benz, Packard, Cadillac, Lincoln e Auburn lançaram seus próprios modelos conversíveis.

Após a Segunda Guerra Mundial, houve um boom na popularidade dos carros conversíveis. Nos anos 1950, foram lançados alguns dos conversíveis mais icônicos da história, como o Chevrolet Corvette Stingray e o Jaguar XK120 Roadster.

Os anos 1970 viram um aumento nas regulamentações de segurança para os conversíveis, levando muitos fabricantes a suspender a produção desses veículos devido à falta de recursos de segurança, como airbags. No entanto, recentemente, os conversíveis voltaram a ganhar popularidade devido ao seu estilo único e ao apelo que exercem sobre colecionadores e entusiastas.

Carros Conversíveis Icônicos e clássicos

Jaguar XK120 Roadster: O Jaguar XK120 Roadster, lançado em 1950, é um dos carros conversíveis mais famosos da história. Revolucionou a indústria automobilística com seu design elegante e motor potente, alimentado por um motor de 3,4 litros com seis cilindros em linha que produziam 160 cavalos de potência, tornando-o o primeiro carro de produção a atingir 200 km/h.

Jaguar XK120 Roadster

Volkswagen Karmann Ghia: A Volkswagen brasileira levou algum tempo para lançar seu próprio Karmann Ghia conversível. Enquanto na Europa, esse modelo já estava disponível desde 1958, aqui no Brasil, só chegou uma década mais tarde. Em 1967, o motor 1200 de 36 cv do Karmann nacional foi substituído pelo 1500 de 52 cv. A partir de 1962, nosso cupê era uma presença muito mais comum nas ruas do que o Karmann Ghia conversível, que até hoje permanece como o único VW nacional conversível de fábrica. Da mesma forma que ocorria com o cupê, o chassi com a mecânica era produzido na fábrica da VW na Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), e depois seguia para a fábrica da Karmann, localizada nas proximidades. O médico Paulo Cesar Sandler, historiador e autor de livros sobre clássicos nacionais (inclusive um dedicado ao Karmann), descreve o conversível como “um fora-de-série de fábrica”. O teto era mais simples em comparação com o modelo alemão, com uma estrutura própria e ausência de forração interna.

Volkswagen Karmann Ghia

Ford Mustang Conversível 1964: O Ford Mustang Conversível de 1964 marcou o início da linha de automóveis Ford Mustang. Sua estreia perante o público ocorreu em 17 de abril de 1964 e, inicialmente, estava disponível nas versões conversível e hardtop. Impulsionado por motores V8 e com opções de 6 cilindros, o Mustang de 1964 alcançou um sucesso imediato, com a venda de mais de 22 mil unidades no primeiro dia de lançamento. Além disso, esse modelo foi pioneiro como o primeiro carro esportivo americano a ser produzido em grande escala, estabelecendo-se como um ícone da cultura automotiva nos Estados Unidos.

Ford Mustang Conversível 1964

Mercedes-Benz SL Roadster: O Mercedes-Benz SL Roadster de 1954, mais famoso como o Mercedes-Benz 300SL, marcou o pioneirismo da Mercedes-Benz na produção de carros esportivos de alto desempenho. Sua estreia aconteceu no Salão Automóvel de Nova York em 1954, quando foi apresentado como um roadster de dois lugares. O veículo era impulsionado por um motor de seis cilindros em linha com capacidade de 3 litros e se destacava por uma característica única: suas portas de asa de gaivota, que logo se tornaram um símbolo icônico deste automóvel.

Mercedes-Benz SL Roadster

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Três décadas do Plano Real

Neste mês de julho, comemoramos os 30 anos do Plano Real, uma transformação econômica que mudou o Brasil a partir de 1º de julho de 1994. Esta data marca o início da estabilidade econômica e o fim da hiperinflação, que atingia 2.700% ao ano. Esse cenário impactou profundamente o mercado automobilístico, onde os carros usados muitas vezes eram mais caros que os novos, devido ao ágio.

Leia mais »

7° Confraria de Carros Antigos

A 7ª edição da Confraria de Carros Antigos de Goiânia já tem data marcada, abrindo a temporada 2025 e prometendo encantar os amantes de veículos clássicos nos dias 18 e 19 de janeiro de 2025. O evento imperdível, o organizado pela nossa filiada em Goiás, APCAR, reunirá colecionadores, entusiastas e admiradores de carros antigos para celebrar a história e a beleza automotiva.

Leia mais »

Três décadas do Plano Real

Neste mês de julho, comemoramos os 30 anos do Plano Real, uma transformação econômica que mudou o Brasil a partir de 1º de julho de 1994. Esta data marca o início da estabilidade econômica e o fim da hiperinflação, que atingia 2.700% ao ano. Esse cenário impactou profundamente o mercado automobilístico, onde os carros usados muitas vezes eram mais caros que os novos, devido ao ágio.

Leia mais »

7° Confraria de Carros Antigos

A 7ª edição da Confraria de Carros Antigos de Goiânia já tem data marcada, abrindo a temporada 2025 e prometendo encantar os amantes de veículos clássicos nos dias 18 e 19 de janeiro de 2025. O evento imperdível, o organizado pela nossa filiada em Goiás, APCAR, reunirá colecionadores, entusiastas e admiradores de carros antigos para celebrar a história e a beleza automotiva.

Leia mais »

Repercutiu Ferrari Dino 208 GT4 1975

Para a galera que gosta de estar antena no mundo dos leilões, está em andamento o leilão de uma FERRARI DINO 208 GT4 1975 no site da “Sanches Leilões”. O veículo, que se encontra em péssimo estado de conservação e foi avaliado como sucata, mas está sendo bastante comentado no nosso setor do antigomobilismo.

Leia mais »