Federação Paulista de Antigomobilismo

Por onde andou a Brasília Amarela

O clássico da VW passou a fazer parte da cultura popular, graças a irreverente banda Mamonas Assassinas!

O lançamento da cinebiografia da banda Mamonas Assassinas conquistou a maior bilheteria no dia de estreia de um filme brasileiro desde 2020. Sob o título “Mamonas Assassinas: O Filme”, a produção estreou em 1.054 salas e 695 cinemas na última quinta-feira (28), marcando o maior lançamento desde o início da pandemia e o terceiro maior dos últimos cinco anos.

Os dados fornecidos pelo Iboe/Rentrak e divulgados pela Sinny Assessoria revelam o sucesso expressivo do filme. Com direção de Edson Spinello e roteiro assinado por Carlos Lombardi, a cinebiografia narra a fascinante jornada da banda que deixou uma marca indelével no cenário musical brasileiro, sendo um dos maiores fenômenos do rock no país. O elenco, composto por Ruy Brissac, Rhener Freitas, Adriano Tunes, Robson Lima e Beto Hinoto, dá vida aos músicos Dinho, Sérgio Reoli, Samuel Reoli, Júlio Rasec e Bento, proporcionando uma experiência envolvente aos espectadores.

(Foto: Divulgação oficial com elenco principal do filme)

 A BRASILIA AMARELA

Com toda certeza, após o surgimento da banda Mamonas Assassinas, todos os brasileiros passaram a conhecer o modelo da Volkswagen chamado Brasília, mas com um atributo a mais, a cor Amarela; A Brasília já era um carro popular antes mesmo de ser citada em qualquer música, porém foi no ano de 1995, que o grupo Mamonas Assassinas lançou um grande hit chamado “Pelados em Santos”,  nessa música romântica e irreverente, a Brasília é citada diversas vezes, como uma certa importãncia e protagonismo; Com o sucesso do grupo, o carro se tornou cada vez mais popular, e ocupou a posição de “símbolo” da banda, uma espécie de mascote oficial.

O veículo apresentava diversas modificações, ou seja, não era um veículo totalmente original, e nos dias de hoje talvez não seria aprovado em um processo de certificação de originalidade, porém o veículo na época representava o “popular”, relacionado a pessoas mais humildes sem grande poder de compra, além de um visual que representava a irreverência e a rebeldia da juventude; Tais atributos agradaram o gosto popular, e a Brasília Amarela em pouco tempo virou uma bandeira de representação na sociedade.

(Foto: Set de gravações do clip de "Pelados em Santos", sucesso da banda)
(Foto: Veículo restaurado, utilizado nas gravações do filme)

ACIDENTE ENVOLVENDO A BANDA

Infelizmente, em 1996, um ano do grande sucesso que levou o grupo ao auge e tornou a Brasília popular e conhecida, o grupo sofreu um grave acidente de jatinho, que acabou vitimando todos os integrantes da banda. Foi um grande choque para a indústria musical brasileira, e para toda a legião de fãs que acompanhavam frequentemente o Mamonas Assassinas. Por outro lado, o acidente ajudou a concretizar cada vez mais as músicas, que passaram a ter um valor sentimental maior após o ocorrido. Consequentemente, a música continuou sendo passada através de gerações, mantendo a sua fama por décadas, sendo uma representação da cultura POP da música brasileira.

O QUE ACONTECEU COM A BRASILIA AMARELA?

Durante as gravações do clipe “Pelados em Santos”, uma Brasília Amarela caracterizada ao pé da letra, foi usada, e após o acidente dos Mamonas, o carro mais famoso do país passou por diversos perrengues. A princípio, a Brasília foi sorteada por Gugu Liberato em seu programa no SBT, e acabou indo para um morador do Rio de Janeiro, porém, um tempo depois, o carro foi apreendido com documentos vencidos e foi levado para o pátio do Detran.

A Brasília ficou abandonada por quase dez anos, porém em 2015, a Família de Dinho comprou o carro, e fizeram uma restauração no veículo. Atualmente o pai do vocalista falecido, Dinho, é o detentor da Brasília Amarela original.

(Foto: Brasília Amarela usada nas gravações do filme, presente no evento com apoio da FPA em Breagança Paulista)

DE VOLTA A PISTA

Após anos de encontros e desencontros, a clássica Brasília Amarela está de volta ao circuto da cultura POP; Recentemente o modelo utilizado nas gravações do filme, esteve presente no evento Antigos de Bragança, apoiado pela FPA, que acontece em Bragança Paulista. Como já era esperado a “amarelinha” foi um dos grandes sucessos entre o público, requisitada para fotos e perguntas ao proprietário.

Para quem é fã da banda Mamonas Assassinas, assim como nós da FPA, temos uma ótima notícia, o modelo estará presente em exposições em alguns cinemas em shoppings de São Paulo, promovendo filme; É uma grande oportunidade para você ver de perto essa lenda, além de prestigiar o filme, conhecendo detalhes da vida dos 5 garotos de Guarulhos. VALEEEU!

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Três décadas do Plano Real

Neste mês de julho, comemoramos os 30 anos do Plano Real, uma transformação econômica que mudou o Brasil a partir de 1º de julho de 1994. Esta data marca o início da estabilidade econômica e o fim da hiperinflação, que atingia 2.700% ao ano. Esse cenário impactou profundamente o mercado automobilístico, onde os carros usados muitas vezes eram mais caros que os novos, devido ao ágio.

Leia mais »

7° Confraria de Carros Antigos

A 7ª edição da Confraria de Carros Antigos de Goiânia já tem data marcada, abrindo a temporada 2025 e prometendo encantar os amantes de veículos clássicos nos dias 18 e 19 de janeiro de 2025. O evento imperdível, o organizado pela nossa filiada em Goiás, APCAR, reunirá colecionadores, entusiastas e admiradores de carros antigos para celebrar a história e a beleza automotiva.

Leia mais »

Três décadas do Plano Real

Neste mês de julho, comemoramos os 30 anos do Plano Real, uma transformação econômica que mudou o Brasil a partir de 1º de julho de 1994. Esta data marca o início da estabilidade econômica e o fim da hiperinflação, que atingia 2.700% ao ano. Esse cenário impactou profundamente o mercado automobilístico, onde os carros usados muitas vezes eram mais caros que os novos, devido ao ágio.

Leia mais »

7° Confraria de Carros Antigos

A 7ª edição da Confraria de Carros Antigos de Goiânia já tem data marcada, abrindo a temporada 2025 e prometendo encantar os amantes de veículos clássicos nos dias 18 e 19 de janeiro de 2025. O evento imperdível, o organizado pela nossa filiada em Goiás, APCAR, reunirá colecionadores, entusiastas e admiradores de carros antigos para celebrar a história e a beleza automotiva.

Leia mais »

Repercutiu Ferrari Dino 208 GT4 1975

Para a galera que gosta de estar antena no mundo dos leilões, está em andamento o leilão de uma FERRARI DINO 208 GT4 1975 no site da “Sanches Leilões”. O veículo, que se encontra em péssimo estado de conservação e foi avaliado como sucata, mas está sendo bastante comentado no nosso setor do antigomobilismo.

Leia mais »